Motivo. (Cecília Meireles)

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.

Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.

Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
— não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.

 No dia 20 de outubro de 1976, em São Paulo, na casa do advogado, pintor e romancista Paulo Menotti Del Picchia, surgiu o Movimento Poético Nacional. Desde então, essa data foi escolhida pelos poetas brasileiros (extra oficialmente, já que não há uma lei que a oficialize), para comemorar nacionalmente o Dia do Poeta. O principal objetivo desta iniciativa sempre foi incentivar a leitura, a escrita e a publicação de obras poéticas nacionais. Mas, a data oficial é o dia 31 de outubro, o Dia Nacional da Poesia, determinada pela lei 13.131, de 3 de janeiro de 2015. Esta data foi escolhida em homenagem ao nascimento do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade.   

A poesia, assim como todas as formas de arte, é um tipo de linguagem, e pode ter surgido muito antes da escrita. A princípio, nas sociedades pré-históricas a sua transmissão era feita de forma oral. Nas primeiras civilizações letradas, já se podiam encontrar registros de poesias em Pedras Rúnicas, Monólitos, Papiros e Pergaminhos. Obras antigas como os Vedas indianos (1700 a.C.- 1200 a.C.), os Gatas de Zoroastro (1200 a.C.- 900 a.C.), a Odisseia de Homero (800 a.C.- 675 a.C.) entre outras, provavelmente devem ter sido compostas em forma de poesia, para facilitar a sua memorização.

Considera-se que a poesia pode ser encontrada em todas as formas de arte, por exemplo; na música, nas artes plásticas, na dança, na arquitetura, etc. Pois artisticamente, entende-se como poesia, tudo aquilo que pode expressar ou reproduzir a estética e o arquétipo da Beleza, em toda a sua profundidade. 

Poeta é toda pessoa que através da palavra escrita ou falada, expressa sensações, emoções e sentimentos, reproduzindo os seus temas de inspiração de maneira literal ou metafórica. O trabalho de um poeta é essencialmente a comunicação. Desde a antiguidade, os poetas exerciam um papel importantíssimo para a sociedade a que pertenciam. Era deles a incumbência de registrar todos os acontecimentos de sua época, eternizando-os historicamente.

Na Grécia antiga, os poetas se utilizavam de uma lira (instrumento musical) para acompanhar os seus recitais, pois declamavam as suas poesias através do canto. No Império Romano, e por toda a Europa durante a idade média, os menestréis, “cantavam” as suas poesias ao som dos alaúdes.

Existe também hoje em dia, um movimento de poetas que se auto intitulam: “Poetas marginais”. Esses artistas se consideram porta-vozes da vida contemporânea. Não se “prendem” a regras ou estruturas relacionadas à poesia convencional, como rimas ou métricas, por exemplo. Escrevem seus “textos” de maneira livre e despretensiosa, embora profunda.

Sobre os poetas, o que podemos falar é que talvez sempre tenham estado presentes nas nossas vidas. “Mexendo” com os nossos sentimentos e com a nossa imaginação, desde a “Batatinha quando nasce…”, até os grandes clássicos como os de William Shakespeare. 

Esses artistas têm o dom e a sensibilidade para canalizar as suas percepções sobre a Beleza, o Amor, a Bondade, entre outras Virtudes.  A sua conexão com o “Todo” do Universo é ímpar. Transformar não só em palavras, mas em versos, o que se percebe da realidade em todos os planos da existência, não deve ser tarefa fácil. Talvez por esse motivo, diga-se que os poetas, assim como todos os artistas, vivem em uma realidade paralela, de onde conseguem se conectar com a fonte criadora de tudo.

                                                                                                                                                                               

Artistas (poetas) são pessoas sensíveis, muitas vezes incompreendidas e até mesmo marginalizadas. Sofrem com as suas dores e com as dores de todos nós. Se emocionam e são capazes de emocionar a todos com a sua Arte. Falam dos nossos amores, dos nossos medos, dos nossos desejos, como se conseguissem verbalizar em suas palavras, as nossas próprias palavras e sentimentos. Em 20 de outubro se comemora o dia do poeta, mas sem dúvidas, todo dia é dia de poesias e de poetas. Gostaríamos de homenagear e agradecer a todos que dedicam as suas vidas a nos emocionar com a Arte da poesia. Parabéns poetas! 

Poeta é o artista que usa a imaginação,                                                                                                                               seus sentimentos e sua intuição,                                                                                                                                       Para transformar em palavras                                                                                                                                             O que vem do coração. 

Não poderíamos deixar de finalizar esse artigo, sem arriscarmos fazer pelo menos um versinho. Mas apesar de muita boa vontade, talvez seja melhor deixarmos essa proeza para os poetas de verdade.

Confira nos links a seguir, as nossas publicações sobre a vida e a obra de alguns dos nossos mais consagrados poetas: 

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.