Você sabe o que é o Zen? Apesar de ser usada como uma gíria em nosso país, geralmente associada a uma pessoa “tranquila”, o termo “Zen” é, na verdade, uma doutrina que é oriental oriunda da mistura do Budismo com o Taoísmo. Seu objetivo é despertar a sabedoria interna em cada Ser Humano, levando-o aos caminhos da iluminação a partir da reflexão e da prática dos ensinamentos de Buda. A forma mais popular de transmissão dos seus ensinamentos, porém, advém de uma série de contos, histórias “banais” que carregam uma série de lições, o que faz com que o leitor reflita sobre suas ações e entenda melhor a ideia principal do conto.

Esse método de transmissão foi desenvolvido há séculos, em um período em que poucas pessoas eram letradas, portanto, não tinham acesso aos livros sagrados e seus escritos. A transmissão oral, através dessas pequenas histórias, foi essencial para a difusão do estilo de vida do Zen Budismo, além de ensinar de forma prática os seus devotos. 

Desse modo, a doutrina Zen se espalhou pela Ásia e chegou, no último século, até todas as partes do globo. Nos dias atuais, milhões de pessoas se declaram praticantes do Zen Budismo em todo o mundo, sendo esta uma das grandes religiões do nosso tempo. Porém, será que esses ensinamentos são restritos aos praticantes dessa doutrina? E passados tantos séculos desde a criação dessas histórias, seu valor não se perdeu ao longo do tempo? É evidente que não. Respondendo a essas perguntas, podemos não somente conhecer os contos Zen como também colocá-los em prática em nossa vida diária, uma vez que seus ensinamentos são atemporais. 

Uma característica interessante dos contos é que todos apontam numa mesma direção – a Unidade. Eles tratam da busca da identidade humana, da fraternidade, da justiça que faz com que cada um assuma o seu papel no esquema da Natureza, e sobretudo, da necessidade de caminharmos todos juntos, como membros de uma mesma família chamada Humanidade.

A “Unidade” é o maior mistério que existe para a nossa compreensão, mas a tradição Zen nos dá direcionamentos de grande valor através desses pequenos contos, que são a base que formou toda a cultura japonesa. Mesmo tendo origem em uma cultura muito diferente da nossa, estas pérolas de sabedoria, transmitidas por esse povo, tem um valor universal, pois tocam profundamente a alma humana. 

Essa ideia, entretanto, vai sendo abordada por diferentes matizes dentro dos contos. Neles podemos aprender não somente como buscarmos a Unidade, mas principalmente o que nos impede de enxergar toda a Humanidade como uma grande fraternidade, em que não há separação entre nossos dilemas e a Natureza. 

Partindo dessa perspectiva, nossa mais nova série de textos pretende abordar alguns destes contos e trazer reflexões sobre como podemos aplicar esses ensinamentos em nossa vida, além de apresentar o que nos impede de vivermos plenamente o que se ensina na doutrina Zen. Para tanto, é preciso estarmos abertos a pensar de maneira simbólica, entendendo que os contos trazem uma realidade mais profunda do que a dita pelas palavras. Acima disso, também precisamos considerar a cultura e o tempo em que foram produzidos para que não nos cause estranheza alguns elementos que estão contidos nessas pérolas de sabedoria.

Abaixo deixamos os títulos dos contos que vocês, caros leitores, poderão encontrar em nosso portal:

  1. O apego
  2. O agora
  3. Seguindo a corrente
  4. Por que palavras?
  5. Onde está a sua mente?

Aguardamos todos vocês em mais essa série! 

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.