“Cuidado com o vazio de uma vida ocupada demais” disse Sócrates.

Costumamos repetir essa forma de pensamento de que estamos sempre ocupados e que não temos tempo para nada. Falamos isso por que gostamos de parecer ocupados? Ou por que, por má administração do nosso tempo, temos a ilusão de que não temos tempo? Hoje todos estão preocupados, mas, ao invés de combater a preocupação, acreditamos que somente por pensar e sofrer com os problemas os resolveremos, o que na verdade é uma fantasia. Neste mundo de incertezas, devemos nos antecipar para o que poderá surgir no futuro. Traçar planos é uma das formas de nos prepararmos para enfrentar o que vem pela frente, seja bom ou ruim.

Mas, por que muitas pessoas rechaçam o planejamento? Algumas dizem que não tem a capacidade organizativa de sentar para planejar suas atividades, há aquelas que dizem não precisar de organização, pois sabem “viver na própria bagunça”, enquanto que outras não planejam para não perder a espontaneidade da vida.

A dica que damos é de que por mais planejado que você possa ser, a vida sempre trará surpresas, pois não temos o controle absoluto dela, então, você pode ser planejado e, ainda assim, ter espontaneidade na vida. Uma outra vantagem do planejamento, é que ele ajuda a desenvolver em nós o senso de prioridade. Quando não planejamos, o que aparece de imediato se torna prioridade, o que pode causar esquecimento de atividades importantes, que foram passadas na frente por algo supérfluo. Com o planejamento, não esquecemos de nada na hora de arrumar a mala, de pagar o boleto em dia, ou de estudar com antecedência para uma prova. E o mais importante, conseguimos definir um tempo para nós mesmos, definimos um tempo para uma boa leitura, para ir a uma missa, culto ou outra prática religiosa, um momento de relaxamento, um tempo para nossos hobbies favoritos e um tempo para nossa saúde mental.

É muito melhor ter uma rotina planejada, do que viver num caos e não ter ideia do dia de amanhã. Assim, podemos perceber que é importante estarmos sempre ocupados ou desocupados, mas nunca preocupados. A preocupação gera estresse, ansiedade, nos desgasta emocionalmente e nos faz fantasiar inúmeros cenários onde tudo dá errado e nos prejudica, gerando um estresse ainda maior! O pior disso tudo é que, nada nesse sofrimento todo nos ajuda a resolver o problema de forma objetiva.

O podcast abaixo aborda esta temática a partir de uma pesquisa desenvolvida em Londres, na época da Segunda Guerra Mundial. As pessoas que tinham a certeza que a bomba ia cair, se planejavam para tal situação, e se preocupavam muito menos do que as que não sabiam, e por consequência não se planejavam.

A solução para todo esse mal do século, o estresse, está no planejamento. Uma vida planejada, gera uma mente tranquila, eliminando fantasias sobre cenários impossíveis. Se há organização e senso de prioridade, não há necessidade de preocupação e estresse.

Publicado originalmente no Portal Café Brasil:http://www.portalcafebrasil.com.br/cafezinho/cafezinho-27-planos-ou-esperancas/

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.