Baseado em fatos reais, o filme lançado em 2017 e recém chegado na Netflix, “Somos todos iguais” está na lista dos mais assistidos na plataforma pelo fato de impactar a vida do público com reflexões valiosas a respeito de conexões, empatia e até mesmo dos comportamentos humanos. Sobre como lidar com o diferente e acolher sem olhar a quem. 

Muitas religiões falam em seus ensinamentos sobre o Amor ao próximo. Esse Amor a que se referem é algo que desperta a humanidade para um dos mais belos sentimentos que existe, o desenvolvimento da capacidade de acolher o outro e olhar com os olhos de Amor. Essa expressão nos fala sobre ver o outro não apenas como um Ser Humano assim como nós somos, mas enxergá-lo com uma forma singela, delicada e profunda, olhar para dentro do outro. Descobrir verdades no outro, ter a percepção do que o outro precisa e sentir motivação para, de alguma forma, ajudar o outro com aquilo que se tem. 

O filme conta a história de um casal Deborah Hall (Renee Zellweger) e Ron (Greg Kinnear) que passam por um momento de crise no relacionamento, Deborah é uma pessoa religiosa, de bom coração, que se realiza fazendo o bem as pessoas, enquanto trava uma batalha contra um câncer. Ron é um vendedor de arte, uma pessoa mais séria e voltada para a racionalidade. O encontro de ambos com Denver (Djimon Hounsou), um dos mendigos que será ajudado por eles, vai fazer com que eles se conectem e se reconheçam outra vez, não só como casal, mas principalmente como pessoas. De tempos em tempos talvez isso seja necessário, fazermos uma autoanálise sobre quem somos, nossos comportamentos e quem sabe mudar a maneira de fazermos as coisas. 

Essas reflexões têm o poder de nos transformar em pessoas melhores sempre que fazemos uso delas. É de extrema importância essa avaliação comportamental, para que possamos nos abrir ao novo, ao diferente e sermos desafiados a quebrar nossas próprias barreiras. Os momentos de crise podem revolucionar os pensamentos, sentimentos e comportamentos. Temos a chance de fazer isso de maneira positiva, agregando Valores ao nosso caráter e repensando o que precisamos ajustar dentro de nós. 

Todos temos a capacidade de, em algum momento, mudarmos nossa conduta de vida. O escritor Érico Veríssimo quando se referiu a mudança, afirmou: “Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento”. Podemos entender que esses ventos de mudança, vez ou outra, sopram e cabe a cada um de nós aproveitar esse momento com Sabedoria e Gentileza. E é importante ressaltar que também podemos ser agentes de mudança na vida de outras pessoas, seja ajudando de alguma forma, incentivando, motivando ou investindo algum tempo para pensar sobre o outro. Essas são atitudes que enriquecem nossa Alma e nos fazem transcender a nossa experiência de vida aqui na terra. 

Por trás de cada Ser Humano há uma história que foi vivida. Existem medos, desafios, dores e aflições que de alguma forma influenciaram no que as pessoas se tornaram. Quando nos permitimos conhecer a história de alguém com atenção, compreendemos as pessoas de uma maneira melhor. Muitas pessoas só desejam do fundo de seus corações serem ouvidas, notadas, valorizadas de alguma forma, e isso não nos custa muito. Já tentou parar e dar atenção a pessoas que estão à sua volta? Pode valer muito a pena, não custa nada tentar. 

O segredo para tudo isso está na Paciência. Quando pensamos nessa Virtude, sempre queremos que todos à nossa volta a possuam. Gostamos que as pessoas sejam compreensivas com nossa história, que tenham paciência com o nosso tempo de fazer as coisas, gostamos de receber atenção e de saber que tem alguém que se importa conosco e que quer nos ouvir. Mas nós podemos ser também essa pessoa para com o outro, podemos oferecer aquilo que queremos receber. Ter paciência com o tempo de cada um é primordial para o entendimento das necessidades alheias. Existem pessoas que sentem dificuldades de receber ajuda de outras, muitas vezes até precisam, mas se fecham por alguma razão ou mecanismo de defesa. Não sabemos o que há por trás das pessoas até que elas se abram e nos contem suas histórias.  Tentar formas diferentes de ajudar as pessoas é um bem extraordinário. 

Este filme é do tipo que, ao terminá-lo, nos faz refletir bastante. Que possamos a partir da experiência de assisti-lo, refletir sobre nossas relações e melhorá-las com Amor. Não esqueça que essa é uma história baseada em fatos reais. 

Todos têm a capacidade de ajudar alguém, de alguma forma, seja a mais simples possível. O filme traz justamente essa ideia, não somos todos iguais, mas podemos conviver bem com nossas diferenças. E existe uma Beleza no outro que precisamos notá-la, para que enxerguemos melhor a nós mesmos. Por trás de cada pessoa tem uma história que vale a pena ser conhecida. 

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.