Há séculos, Grandes Pensadores vêm tentando entender o que diferencia os homens de todos os outros seres vivos, pois é certo que algo nos torna, no mínimo, diferentes dos nossos irmãos irracionais. Não estamos tentando dizer com isso que nós somos superiores ou mais importantes que eles. Áreas do conhecimento como a Sociologia, a Antropologia, a Psicologia e a Filosofia têm discutido o que o Grande Filósofo Platão denominou, em sua obra “A República”, de “Natureza Humana”. Essa Ideia se refere ao fato de que existem traços pertencentes aos seres humanos que nos fazem agir, sentir e pensar de uma maneira característica, independentemente da influência cultural ou social que possamos ter.      

As perguntas suscitadas são para se tentar entender quais são essas características e o que pode mudá-las, ou, até mesmo, se elas podem ser mudadas. E, com certeza, esses questionamentos são os mais importantes para a Filosofia Ocidental há a muitos e muitos anos. Diante do fato inquestionável de que o nosso corpo físico é transitório e efêmero, e que a alma que é eterna, é o que nos anima e que nos faz sermos quem somos. Desse modo, nossa essência seria como um metal que pode rapidamente ser corrompido, como o ferro em contato com a água, ou jamais oxidar, como o ouro. 

Pensando sobre isso, podemos nos perguntar: o que faz brilhar o “material” de que Você é feito? E o seu brilho é somente externo ou Você também brilha por dentro? Assistindo às aventuras de “Rodney Lataria”, Você poderá fazer uma análise e refletir sobre essas e outras questões tão importantes que poderão deixar Você novinho em folha.  

“Rodney Lataria” é o filho único de um “casal comum”. Eles formam uma família Simples e Humilde. Enquanto sua mãe é uma dedicada dona de casa e seu pai um modesto lavador de pratos, Rodney desejava algo além de um destino comum. Sendo um  jovem idealista, Rodney deixa a casa de seus pais não só para conquistar a tão sonhada liberdade, mas, principalmente, por meio de suas ideias, tentar realizar o seu Sonho de mudar o Mundo. Tudo muito normal para um adolescente comum, mas Rodney não é qualquer rapaz. Ele é um robô.   

Nessa comédia de animação estadunidense de 2005, dirigida por Chris Wedge e com o roteiro de William Joyce, produzida para a vigésima “Century Fox Animation”, “Rodney Lataria”, é um “garoto” muito Especial que vai nos Ensinar a Valorizarmos o que realmente importa e não só as aparências. Rodney cresceu no seio de uma Família Simples, sem regalias ou qualquer tipo de luxo. E isso o ajudou a formar a sua Personalidade, especialmente o desapego material.  Respeitando e entendendo a dura realidade de sua Família, ele  se nutre de Valorosos Exemplos dados pelos seus pais. O que o faz crescer em todos os sentidos, principalmente na conexão com a sua essência.   

”Rodney Lataria” vivia na pacata cidade de Rivet Town, uma cidade de um mundo futurista, habitada apenas por máquinas. Ele se habituou a ter que reutilizar materiais reciclados para suprir as necessidades básicas para o seu Crescimento. Dono de uma imensa Criatividade e Inspirado pelo Grande Soldador – o maior robô do mundo e seu ídolo -, Rodney queria se tornar um inventor para que, com as suas criações, pudesse ajudar a tornar mais fácil e prática a Vida das “pessoas”. Com o apoio de seus pais e o “coração” repleto de Boas Intenções, Rodney parte para Robópolis, a mega cidade onde ficam as indústrias “Grande Soldador”.

Na cidade grande, o nosso amigo percebe que as coisas não são tão fáceis como ele imaginava. Ele é acolhido pelos “enferrujados”, um grupo de robôs de rua que o ajudam a tentar realizar a sua Missão de encontrar o Grande Soldador. O que ele não sabia é que um robô descartável, chamado Dom Aço, havia assumido o controle das indústrias Grande Soldador.  

  Manipulado pela sua mãe, a Madame Junta, que é a dona de um grande ferro velho, o nefasto e inoxidável Dom Aço está implantando uma nova política nas indústrias Grande Soldador. Ele está tentando acabar com a produção de novas peças de reposição para que, com um tempo, os robôs que já saíram de ”linha”, deixem de existir, e assim, dêem lugar somente aos novos robôs produzidos pelas indústrias comandadas por ele. Ambicioso, fútil, desrespeitoso e até vulgar, Dom Aço só está interessado nos lucros, e não pensa nos Direitos dos outros robôs de Existirem e serem Felizes.

Frente a essa situação, Rodney Lataria passa por muitos apertos na cidade grande. Mas a sua Bondade, Honestidade e a sua Inocência são capazes de Conquistar a todos. Até mesmo a assistente de Dom Aço, a Formosa Cappy, que se junta ao Destemido Herói, na tentativa de encontrar o Grande Soldador, para juntos revelarem ao maior robô do mundo o que está realmente acontecendo na sua ausência. 

A Grande Lição do filme, é que devemos direcionar a nossa atenção para tentarmos resolver as pequenas coisas no nosso cotidiano. A cada solução encontrada, abre-se um mundo de possibilidades para o próximo passo. Dando um passo de cada vez, a nossa Caminhada torna-se mais Possível e Real.     

Rodney Lataria nos ajuda a entender que assim como em seu mundo futurista, composto apenas por máquinas, no nosso mundo real, formado por gente de “carne e osso”, a Cooperação é uma das receitas mais Fortes e Eficazes para se promover e conquistar o bem-estar comum. Aprendemos com o nosso idealista robótico que todos temos, basicamente, as mesmas necessidades, e que precisamos uns dos outros para conquistarmos os nossos Ideais e nos Fortalecermos. Essa aventura fictícia deixa claro para nós que a nossa Sociedade funciona como uma grande máquina, e que cada um de nós exerce o papel de uma Importante e Insubstituível peça. Somos como engrenagens que não podem falhar para que o “motor” da Humanidade continue funcionando.        

Depois que conseguirmos ajustar, lubrificar e calibrar as nossas máquinas pessoais, e também as coletivas, ainda nos restará a grande questão levantada pelo nossoAamigo Rodney Lataria: O que te faz Você brilhar? O material de que Você é “fabricado”, ou a função que Você exerce no mundo é inspirada pelas suas intenções? As respostas para essas e outras questões, Você irá encontrar em Robópolis, junto com o incansável Rodney Lataria e a sua Divertida trupe. Você verá que de nada adiantará ter uma “lataria” brilhante e bem polida, se os seus Sentimentos estiverem enferrujados pelo egoísmo, pelos desejos, e pela ambição. Troque o óleo, ajuste as válvulas, aperte os parafusos e Siga em frente, sempre Cooperando para o Bom funcionamento da “máquina”, e fazendo Brilhar o que Você tem de melhor em seu Coração.                                                                                                                                                  

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.