O filme é um drama/comédia, lançado pela Netflix em 20 de junho de 2021 (20 de junho é o dia dos pais nos EUA). Dirigido por Paul Weitz, com roteiro do próprio em parceria com Dana Stevens. A trama é baseada na história real de Matt Logelin contada em seu livro de memórias: “Two Kisses for Maddy: A memoir of loss & love”, em tradução para o português : Dois beijos para Maddy.

Na trama, o jovem pai de primeira viagem, Matt (Kevin Hart), após a morte de sua esposa Lizzie (DeWanda Wise), poucas horas após o nascimento de Maddy (Melody Hurd), primeira e única filha do casal, se vê com a responsabilidade de criar sozinho a sua filha, sem ter tido tempo ao menos de chorar a morte de sua companheira. Ao se ver só em meio a uma dificuldade sem precedentes, Matt se entrega de corpo e alma aos cuidados de sua pequena, tendo que administrar o seu tempo, conciliando-o entre o trabalho e todas as necessidades de sua garotinha, e ainda, com a chegada de um novo amor.

A interação entre o ator Kevin Hart e a atriz mirim Melody hurd é fantástica, às vezes nos faz pensar que se trata realmente de pai e filha, tal o entrosamento entre os dois. Ela é lindinha e uma ótima atriz. A obra é conduzida com muita leveza e mesmo em meio a tamanho drama, nos faz rir com as aventuras dos dois.

Da paternidade propriamente dita, uma das coisas que se pode dizer é que ela não vem com um manual de instruções. Ser pai: proteger, respeitar, prover e principalmente, educar uma criança sem a presença da mãe parece ser algo bem desafiador para a maioria dos homens. Mas não há nada no mundo que o Amor não seja capaz de ensinar a quem está realmente disposto a Amar.

Talvez as questões fisiológicas envolvidas entre uma mãe e seu filho como a amamentação, por exemplo, seja algo que um homem dificilmente possa vir a experienciar. Imaginem então ter que mostrar e ensinar todas as nuanças do universo feminino, que de alguma maneira Matt terá que ensinar a sua primogênita.

E agora, como resolver isso? Como já dissemos, não há nada que o Amor não possa ensinar, principalmente a quem está disposto a Amar com toda a sinceridade de seu coração. O foco, a atenção, a entrega do mais sublime, do mais verdadeiro em nós, é capaz de nos fazer melhores em tudo. A paciente e sincera observação de quem precisa aprender, principalmente inspirado por uma causa nobre, fará com que a natureza possa convergir e dar as condições necessárias para que a “missão impossível” se transmute em algo prazeroso. O comprometimento em fazermos o certo da melhor maneira possível, nos preenche com uma força, com uma disposição, uma vontade, que está além da nossa compreensão. E acredite, a chance de acertarmos é muito maior quando agimos sob essas condições.

Sem sombra de dúvidas, os pais estão aprendendo com os seus filhos, assim como os filhos aprendem com os seus pais. Essa é uma experiência de mão dupla que parece ter o crescimento mútuo como o seu mais belo fruto. Quantas pessoas se tornaram melhores versões de si mesmas por causa dessa experiência? Com Matt acontece exatamente isso. Se antes ele era alguém com dificuldade de cuidar de si mesmo, ao longo do filme vamos acompanhando como ele cresce, para ajudar sua pequena a crescer.

Parece que há nessa história um símbolo muito profundo. Todas as vezes que nos unimos a alguém, todas as vezes que convivemos, temos a oportunidade de evoluirmos como Seres Humanos. O componente crucial para isso talvez seja uma motivação nobre, altruísta e sincera. Talvez nossos relacionamentos, de todos os tipos, pudessem ser mais parecidos com aqueles que costumamos considerar saudáveis entre pais e filhos, ou filhas: um relacionamento baseado numa entrega generosa e sem desejar nada em troca, a não ser a felicidade e o desenvolvimento da pessoa amada. 

E pensar que ainda tem pessoas que perdem a chance de viver uma experiência tão rica e enriquecedora como essa! Se você tem a sorte de poder vivê-la, não desperdice nenhum momento e esteja verdadeiramente presente quando for necessário. E que faça isso tão somente para que eles possam voar e alcançar as maiores alturas possíveis.

Lembre-se do que nos disse o grande pensador e poeta Khalil Gibran:

Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.

O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força

Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.

Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:

Pois assim como ele ama a flecha que voa,

Ama também o arco que permanece estável.

Feliz Dia dos Pais! São os mais sinceros votos de todos nós que fazemos a Feedobem.

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Compartilhe com quem você quer o bem

Talvez você goste também

Deixe um comentário e faça parte da conversa!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.