Tempo de leitura: aproximadamente 8 minutos

“Din e o Dragão Genial” foi produzido por Jackie Chan, o grande astro do cinema conhecido por suas atuações em filmes de ação, comédia e artes marciais, e foi lançado mundialmente em junho de 2021.                                             Esse longa-metragem de animação é um filme fantástico, e é indicado para ser assistido por toda a família.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                Muitas cores, muitas aventuras e fantasias que compõem uma mistura de sonhos, são mostradas para nós, por essa produção que não deixa dúvidas, se trata de uma espécie de releitura da fábula de “Aladdin e o Gênio da Lâmpada”. Dúvidas, crenças, quebras de paradigmas, tradição e modernidade, desejos, sentimentos íntimos e profundos, questionamentos éticos e morais, são trazidos para a nossa apreciação e reflexão, através da profunda mensagem desse belo filme. 

 Din, e sua amiga de infância Li Na, perderam contato durante dez anos. Nesse período cada um deles viveu em mundos completamente diferentes, e mesmo com todos os esforços de seus pais para lhes darem o melhor que podiam, eles sentiam falta de algo bem maior que os bens materiais: a amizade.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                      Din, é um menino comum, respeitador e estudioso que tenta ajudar a sua humilde mãe, fazendo pequenos serviços. Ele sente muito a ausência de sua mãe, e se entristece por ela ter que trabalhar tanto para que possa manter o filho e a casa. Ele leva uma vida simples e é um “cara legal”. Din, nunca esqueceu do pacto de amizade que fez com Li Na, quando eram crianças.     Li Na, por sua vez, apesar de ter suas origens parecidas com as de Din, graças ao empenho profissional de seu pai, se tornou uma menina rica e famosa.  Mas esse universo de conforto e glamour, também não foram suficientes para torná-la uma pessoa realmente feliz.                                                                                                                                                                                                                                                     .                                                                         Depois de ter conseguido de uma maneira inusitada, um “bule” que guardava um “Dragão Mágico”; igual ao gênio que “morava” na lâmpada de Aladdin, Din não conseguiu se decidir sobre quais os desejos ele gostaria de realizar através de Long, o “Dragão Mágico”. O próprio Dragão não consegue entender o porquê de seu jovem mestre não fazer os mesmos pedidos feitos por seus mestres anteriores, e depois de passar mil anos aprisionado no “bule mágico”, ele agora também tem a oportunidade de rever os seus próprios conceitos e valores, antes de completar sua missão, se libertar e voltar definitivamente para o mundo espiritual. Seus aprendizados são tantos e tão profundos, que ele entende que o seu maior prêmio é ter o privilégio de servir.

 O que mais nos encanta nesse filme, são os Valores presentes na personalidade de Din. Esse garoto, nos mostra a princípio o quanto é importante uma verdadeira amizade. A presença dos amigos nos dá além da prazerosa convivência com quem amamos, a oportunidade de desenvolvermos uma postura de mais tolerância diante de opiniões diferentes das nossas. Ter amigos e ser amigo, são verdadeiras dádivas.                                                        A amizade e, como consequência, o respeito, são requisitos essenciais para o nosso crescimento pessoal.                  O respeito que Din tem pela sua mãe, também é outra admirável lição que ele nos dá. A reverência à Sabedoria dos que vieram antes de nós, são uma prova de humildade e de consciência de que só poderemos realmente aprender e crescer, se observarmos e honrarmos com respeito e gratidão o exemplo dos nossos mestres.   

 Mesmo tendo levado uma vida dura, diferente da de sua amiga Li Na, Din não se deixa seduzir pela oportunidade que tem agora como o mestre de um “Dragão Mágico”, para simplesmente realizar os desejos que provavelmente seriam os desejos de qualquer pessoa comum. Ele ao invés disso, permanece fiel aos seus Valores morais e éticos, e busca de uma maneira sincera e até inocente, uma forma de se reaproximar de sua grande amiga, sem fazer mal a si mesmo, nem a ninguém.                                                                                                                                               No início, ele até chega a se iludir com a ideia de que a riqueza poderia lhe trazer com facilidade a realização dos seus sonhos. Mas Din é um rapaz inteligente e sensível, e logo consegue perceber que literalmente o dinheiro não traz felicidade, e que as coisas verdadeiras e mais valorosas da vida não podem ser compradas, pois elas não têm preço mas sim valor, logo, devem ser conquistadas.                                                                                                          Qual o preço de uma verdadeira amizade? Qual o valor de uma verdadeira amizade?   Li Na, também teve a oportunidade de perceber que apesar de todos os esforços de seu pai para lhe dar uma boa vida, mesmo sendo muito grata, o que ela realmente queria e precisava era de sua presença, e não de sua riqueza.   A pureza presente no coração dos nossos “amiguinhos”, fez com que até mesmo os vilões fizessem pedidos para realizar os seus desejos, que também estavam além do que a riqueza poderia lhes dar.

 Din, esse simpático garoto chinês, nos ensina através da sua divertida aventura, que os verdadeiros Valores, a verdadeira riqueza, está dentro de nós. Que tudo está refletido nas nossas ações e intenções, na nossa postura diante dos desafios. Que desejar não é pecado, querer conquistar não faz mal a ninguém, muito pelo contrário.          O problema está na ambição desmedida e descontrolada, e nos métodos que por ventura utilizaremos para realizar os nossos desejos. Din nos mostra que acima de tudo, não devemos nos desconectar da Pureza e da Verdade que nos ajudam e nos encaminham a desenvolvermos as nossas Virtudes. E como conseguimos isso?                                                                                                                                                                                                Essa resposta quem nos dá é o Long, o “Dragão Genial”. Com a ajuda de Din, observando sua postura e entendendo os seus sentimentos, ele percebeu que não existe nada mais importante e enriquecedor do que a oportunidade de servir. Só com o entendimento de que essa também é a nossa missão, poderemos nos tornar humildes, e assim grandes. Invoque o seu “Dragão Genial”, aquele conselheiro que mora na lâmpada mágica da sua consciência, e faça quantos pedidos você quiser. Realize todos os seus desejos, mas vamos te dar uma dica: deseje servir, ser e fazer feliz.

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
março 2024
STQQSSD
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Siga o nosso instagram

Compartilhe com quem você quer o bem

Talvez você goste também

Deixe um comentário e faça parte da conversa!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.