É fato que a rotina nos robotiza ao ponto de, em muitos momentos, passarmos a fazer as coisas como se estivéssemos no “piloto automático”. Isto acontece tão sutilmente que quando nos damos conta já estamos trabalhando assim, estudando assim, nos relacionando assim, vivendo assim. E assim seguimos, vendo nossos dias passarem sem a ideal percepção sobre a nossa rotina. Goethe, escritor alemão, nos fala que “um grande sacrifício é fácil, os pequenos sacrifícios contínuos é que custam.”

No cotidiano, constantemente abrimos mão de algo para alcançar nossos objetivos. Desde a infância precisamos abrir mão de muitas coisas para ir conquistando outras, ou seja, isto é necessário para o nosso desenvolvimento como Seres Humanos. Mas, e quando o que abrimos mão começa a nos afetar de maneira negativa, na nossa qualidade de vida, em nossos tempo em Família, nas nossas pequenas Alegrias? Essas coisas que fazem o nosso Coração se aquecer mesmo enfrentando uma rotina muitas vezes desafiadora. Para termos sucesso no que fazemos, precisamos fazer com o nosso Coração em Paz. 

A animação “The Other Me” (O Outro Eu) nos faz refletir sobre essas questões que afetam quem somos. Sem equilíbrio no que fazemos, nossa rotina tem o poder de nos tirar as pequenas Alegrias do dia a dia. E quanto mais mecânicos nos encontramos, mais tristes acabamos nos tornando, pois terminamos não nos realizando através do trabalho, muito pelo contrário, tendemos a enxergar nossas atividades com um melancólico desânimo que vai se instaurando à medida que não vivemos plenamente esses momentos. 

Assista ao curta: 

Porém, temos a capacidade de encontrar um pouco de alegria de diversas formas à nossa volta. Seja no sorriso de alguém, contemplando o céu, uma paisagem, a janela do ônibus que nos mostra a cidade, uma pausa para o café no meio da tarde. Se pararmos para pensar, muitas são as formas pelas quais podemos nos encontrar. E como é importante sempre encontrar quem somos, reiterar nossos Valores e entender o porquê fazemos o que fazemos, para que não sejamos tomados por atitudes automáticas que nos façam perder a Beleza e a Alegria pela vida. É muito importante colocarmos um pouco do que somos em tudo que fazemos, deixar a nossa marca, um pouco da nossa Identidade. Isso faz com que possamos nos sentir bem nos ambientes que fazem parte da nossa rotina. 

 É necessário que possamos nos reconhecer no que fazemos. Não podemos perder o contato com o nosso lado Feliz, aquele que sonha e que aprecia a Beleza das coisas. Este desafio é um resgate diário de quem somos. Precisamos sempre encontrar novas coisas que possam fazer bem à nossa Alma, que está sempre em busca de Felicidade, e quer encontrar essa Felicidade em tudo o que fazemos, sem esquecer que sempre existirão desafios a serem enfrentados. Sempre vamos precisar abrir mão de algumas coisas, e mesmo enfrentando situações que pareçam ser muito desafiadoras, não podemos esquecer de buscar alegria, para assim termos motivação e atravessarmos todos os momentos com a certeza de que a melhor coisa é estarmos conectados com o que nos faz sentir realizados. 

Ouvir nossa Alma faz parte desse processo de se reencontrar, pois ela é essa voz interior que fala, e muito, só que às vezes apenas não paramos para ouvi-la. Estamos tão atarefados que não conseguimos dar atenção à nossa Alma como ela precisa, mas ter a experiência de permitir ser guiado por ela pode modificar completamente nosso estado de espírito e fazer nos conhecermos de maneira mais leve. 

O curta também nos faz refletir sobre o descanso, sobre a aventura, sobre como é bom às vezes sair da rotina, sobre conhecer novas coisas e sentir novas emoções, sobre permitir que a nossa Alma nos guie e nos mostre o que não conseguimos ver por causa dos afazeres. Podemos nos surpreender bastante tendo atitudes como esta, deixando que nossos versos nos mostrem coisas novas que podem ser encantadoras. 

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Compartilhe com quem você quer o bem

Talvez você goste também

Deixe um comentário e faça parte da conversa!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.