Tempo de leitura: aproximadamente 2 minutos

Um game simples, com gráficos feitos à mão e com efeitos e trilhas sonoras feitos sem instrumentos, apenas com a boca. Esse é o destaque desse jogo independente desenvolvido em 2017, vencedor do Game of the Year on iPad, do International Mobile Game Awards e de vários outros prêmios. Mas Hidden Folks pode te marcar por algo ainda mais interessante.

O jogo passa por diversos cenários, incluindo uma cidade caótica. Quando você está numa situação dessas, na vida real, do que mais se recorda? A resposta pode variar, mas algumas das opções farão referências a engarrafamento, poluição sonora, certo? Mas e as árvores, as pessoas trabalhando, o formato da rua, você lembra detalhadamente disso? São imagens e lembranças que passam despercebidas na memória diante da correria diária contra o tempo e, também, com a falta de contemplação.

Nossa mente sempre fica carregada daquilo que toma a nossa atenção. As notícias ruins, as tragédias, os traumas, as ofensas, etc. Essas coisas mais pesadas, atraem o nosso olhar e tomam conta da nossa mente, sem conseguirmos evitá-las. Essa é a chamada atenção espontânea.

Por outro lado, geralmente, as coisas boas da vida, aquelas que elevam a nossa consciência, como por exemplo: contemplar uma boa música, dedicar um tempo ao estudo e observar a si mesmo, exigem um esforço da nossa mente, ou seja, precisamos de uma força de vontade para vivenciá-las. Por isso é chamada de uma atenção voluntária, e é esse tipo de atenção que precisamos ter para contemplar e compreender melhor a vida.

É nessa linha que funciona Hidden Folks, uma espécie de “Onde Está Wally”, só que em Preto e Branco e muito interativo. O game, disponível para computador e smartphone, trabalha a atenção do jogador em diversos sentidos. O cérebro precisa ficar atento para identificar a forma do desenho e descobrir o que ele representa. Em meio a isso, o jogador recebe algumas pequenas missões para cumprir, que funcionam como um quebra-cabeça, em meio a um emaranhado preto e branco. Todo esse desafio estimula o jogador a trabalhar vários potenciais da sua mente, como a atenção voluntária. Veja o gameplay abaixo que você vai entender melhor. Parece um jogo simples e até infantil, mas com o passar das fases, ele vai se tornando cada vez mais difícil, o que requer um exercício da sua atenção voluntária e, claro, MUITA paciência. Nada melhor que uma forma divertida de treinamento. Trailer:

Gameplay:

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
março 2024
STQQSSD
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Siga o nosso instagram

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.