Imagine que você tem sua própria ilha e uma variedade de atividades que pode fazer dentro dela, tais como: implementar tecnologias, fazer construções, criar uma família, etc. Agora, imagine também, que essa ilha possui um vulcão ativo, e que ele pode ou não entrar em erupção, a depender das atividades que você vai executar. E agora? Como saber que escolhas fazer para manter a ilha íntegra?

O jogo “Grow Island”, online e gratuito, traz essa proposta. Você pode montar sua ilha do jeito que quiser, mas tem que arcar com as possíveis consequências… Uma invasão de aliens, a erupção de um vulcão, ou a paz. Curioso, não? É um jogo simples, divertido e que desperta uma reflexão em nós: todas as nossas escolhas possuem consequências. O quanto antes conseguirmos enxergá-las, mais sábias serão as nossas escolhas.

Se tivéssemos de contar todas as vezes que nos arrependemos por causa de decisões erradas, não caberia nos dedos das mãos. Foram incontáveis vezes! Estamos acostumados a ter uma visão muito curta do tempo, focada no imediato, e tendemos a não visualizar os efeitos futuros. Parte dessa dificuldade está ligada à nossa falta de imaginação, nossa incapacidade de ver longe, tema abordado em outro texto nosso, chamado Scribblenauts Unlimited – Um Jogo Mágico. E o grande problema dessa falta de visualização é o arrependimento que sentimos quando damos conta que fizemos a escolha errada, podendo essa escolha prejudicar apenas a nós mesmos, ou pior ainda, quando prejudica a vida de outras pessoas.

Quantas vezes escolhemos falar algo na cara do outro por não conseguir se conter, e nos arrependemos fortemente depois pela nossa grosseria e indelicadeza? Quantas vezes não tomamos uma decisão pelo calor do momento e depois, quando nos acalmamos, nos damos conta da besteira que fizemos? Como por exemplo, a escolha de uma profissão pelos motivos errados. Ou uma tatuagem para marcar uma aventura de juventude que, na verdade, quando olhamos depois de uns anos, se torna o símbolo de rebeldia tola ou imaturidade?

Assim como no game da ilha, temos que ter em mente que nossas decisões nunca afetam só a nós mesmos, sempre o ambiente a nossa volta sofre. E, do mesmo modo que, para a ilha não afundar, você precisa fazer as construções na ordem correta, o mesmo se passa com a vida, temos que ter claras as nossas prioridades, o que deve vir primeiro, senão ruímos também. A educação, o cultivo de bons sentimentos, a união com a família e o convívio com amigos… Se colocarmos isso só após o conhecimento, o dinheiro e a estética, é provável que nosso vulcão exploda. Pensar com calma nas nossas escolhas e avaliar suas possíveis consequências, não é apenas uma forma organizada de se viver, é um ato de cortesia e respeito aos nossos familiares, amigos e todos que convivem conosco. Se vivemos em uma sociedade e desejamos, em algum grau, a paz, temos que fazer escolhas que propiciem esse isso, e não que gerem ainda mais desunião à nossa volta.

Tudo na natureza tem o seu lugar e a sua função, não podemos negligenciar essa lei de equilíbrio em nossas vidas. Que tenhamos muita consciência em nossas escolhas e prioridades como seres humanos, e que tenhamos clareza do que queremos para o futuro, só assim escolheremos melhor o que fazer no agora.

Ficou com vontade de jogar!? Clique aqui!

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.