Tempo de leitura: aproximadamente 2 minutos

https://www.youtube.com/watch?v=VQlOJa2Pwlo

O vídeo, que viralizou nas redes sociais alguns anos atrás, mostra um casal julgando uma outra pessoa que, não por acaso, era o doador de um órgão que salvara a vida da Filha. Este vídeo nos traz reflexões interessantes sobre como vemos o outro e pensamos em cima de aspectos puramente externos…

Em uma sociedade em constante conflito, alguns com potenciais letais maiores que os outros, será que ainda nos cabe julgar o outro pela aparência?

Temos o péssimo hábito de rotular as pessoas através do jeito de falar, das roupas e dos comportamentos, quando na verdade deveríamos praticar a auto-observação, isto é, a ação de nos olharmos antes de julgarmos o outro. Trata-se também de uma falta de Empatia para com a Condição Humana do outro. Muito se fala sobre a importância da Empatia nos dias atuais, mas será que estamos aplicando-a em nosso dia a dia através das nossas ações?

Cabe a nós, particularmente, olhar mais para o nosso interior e analisar as últimas ações. Foram suficientemente Boas, ou será que alguma delas feriu alguém? Será que sem perceber, por força do hábito, julgamos uma situação que não nos cabia?

Além disso, podemos também tentar manter viva a Ideia de que a Vida é cheia de desafios e que estes podem nos surpreender (negativa ou positivamente). Compreender que somos parte de um mesmo Todo é parte de um Caminho de Unidade. Unidade esta que estamos, de forma urgente, precisando para a Humanidade.

Acolher sem rotular é um ato de Empatia, Amor, Justiça e Bondade!

Pesquise sem sair da publicação

Artigos mês
março 2024
STQQSSD
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Siga o nosso instagram

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de privacidade . Ao continuar navegando, você concorda com o uso de cookies.

Escute músicas enquanto navega em nosso site.